Curta nossa página no facebook!

Fonia SBBI by Lucas Gabardo

Siga Nosso Instagram

Calendário do mês

Condições Meteorológicas SBCT

METAR atual do SBCT
SBCT 062100Z 12005KT 9999 FEW020 16/14 Q1019

Condições Meteorológicas SBBI

METAR atual do SBBI
SBBI 062100Z 31003KT 9999 FEW030 18/11 Q1019

O leitor Elyel Natã de Oliveira registrou um trafego interessante durante a terça-feira, dia 28/04. Trata-se do Marinha 7106 (N-7106).

A aeronave de C/N (Construction Number) BRA 17, é o primeiro EC725 “Made in Brazil”, pertencente ao 2° Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral (HU-2).

O “Pégasus 06″ é da versão básica e estará capacitado à realizar as mais diversas missões, principalmente as de transporte de tropa, esclarecimento marítimo, lançamento de pára-quedistas e de mergulhadores de combate, guarda de aeronaves no NAe São Paulo (Pedro), operações de Busca e Salvamento (SAR) e apoio às Operações Anfíbias e Operações Especiais.

Quando o Ministério da Defesa assinou com a Helibras o contrato para construção de 50 helicópteros EC-725 Super Cougar (Caracal), em 2008, coube deste total à Marinha do Brasil 16 aeronaves. Destas, oito foram designadas UH-15 Super Cougar, com as suas capacidade descritas acima e as demais designadas UH-15A Super Cougar, com capacidade de realizar esclarecimento e ataque em missões de guerra de superfície (ASuW), missões de Combate SAR (C-SAR), Busca e Salvamento (SAR), apoio às Operações Anfíbias, Operações Especiais e Guerra Eletrônica.

O UH-15 Super Cougar N-7106 (BRA017) representa um marco para a indústria nacional e para a própria Helibras, pois materializa o compromisso assumido pela empresa no projeto H-XBR, para o fornecimento de 50 aeronaves EC725 para as três Forças Armadas com transferência de tecnologia, alto índice de nacionalização e amplo envolvimento da cadeia industrial nacional.

“A Helibras mostrou mais uma vez que é uma indústria forte, moderna e está capacitada a atender um mercado cada
vez mais exigente”, resumiu Eduardo Marson, presidente da Helibras.

Fonte

A aeronave em questão realizou seu primeiro voo no dia 21/11/2013 e foi entregue a Marinha no dia 13/06/2014.

Hoje, dia 22 de Abril, comemora-se no Brasil o Dia da Aviação de Caça. Nesse ano a data está sendo comemorada pela 70ª vez.

Foi no ano de 1945 que ele ficou marcado na história, durante a campanha na Itália, na Segunda Guerra, em que foram realizadas o maior número de missões em um mesmo dia pela Força Aérea Brasileira. Os 22 pilotos do Primeiro Grupo de Aviação de Caça cumpriram impressionantes 44 decolagens em 1 só dia, em missões de ataque a alvos terrestres segurados por barreiras de artilharia antiaérea.

Esse glorioso feito serviu como base para o aprendizado dos novos aviadores, um exemplo do espírito aguerrido, do profisionalismo e da tradição da FAB, e as doutrinas da Aviação de Caça tem sido passadas de geração em geração, por todos esses anos.

Separamos alguns registros de aeronaves de caça da FAB, temos um AT-6 “Texan”, um AT-26A “Impala II”, um A-29A “Super Tucano”, um F-5EM “Tiger II” e um helicóptero MI-35M “Hind”. Também, o registro da aeronave da Azul com homenagem ao esquadrão Jambock, pertencente ao Primeiro Grupo de Aviação de Caça.

O TMA Curitiba torce para que a Aviação de Caça tenha um futuro promissor, com recente aquisição das novíssimas aeronaves Gripen NG.

Senta a Pua!